EMBELEZANDO E PURIFICANDO NOSSOS ESPAÇOS

Meus queridos, vamos encher nossos espaços interiores (das nossas casas ) com as hederas (heras) ?Não vai ser porque não temos um lugar espaçoso para criar um jardim que devemos ficar sem apreciar bem pertinho de nós, a beleza das plantas. 


A Hedera é uma planta que se adapta bem aos espaços interiores, não possui flores mas seu visual, o desenho de suas folhas e suas cores são uma delícia para nossos olhos, sem falar que é uma planta entre as que foram estudadas pela Nasa por sua faculdade de purificar ambientes contaminados. 


Assim, além de seu ambiente ficar mais bonito vai ficar também mais puro. Existem muitas outras plantas com esta capacidade purificadora que pretendo ir apresentando aos poucos pra vocês.

Algumas informações sobre as heras

O pequeno gênero Hedera (hera) inclui apenas algumas espécies, mas numerosas variedades, sendo todas plantas trepadeiras de caule lenhoso. Algumas atingem 6m ou mais e têm folhas grandes, mas a maioria é apreciada pela sua folhagem densa e rasteira e folhas pequenas. 


As folhas de todas as espécies são coriáceas e frequentemente lobadas. A maioria das heras emite curtas raízes aéreas a partir dos nós dos caules, raízes que em contacto com qualquer superfície úmida adequada nela se fixam.

Algumas cuidados que estas plantinhas necessitam :

 Luz – As heras precisam de luz forte. As formas variegadas devem receber duas ou três horas diárias de sol direto para manterem o seu contraste de cores, mas não a horas de luz muito intensa; os outros tipos dão-se melhor se protegidos do sol direto. Em luz insuficiente os entrenós aumentam e as plantas tornam-se cada vez mais estioladas.

Temperatura – As heras podem tolerar uma grande amplitude de temperaturas, mas não se dão bem em locais com grandes variações de temperatura. Acima dos 18ºC providencie uma umidade mais elevada. Durante os meses de Inverno induza-as a um período de repouso, mantendo-as em condições frescas. Uma temperatura de cerca de 10ºC será o ideal.

Rega – Durante o período de crescimento ativo regue moderadamente deixando secar o centímetro superior da mistura entre duas regas. Durante o período de repouso  regue escassamente, deixando secar metade da mistura de envasar antes de regar de novo.

Adubação – De duas em duas semanas aplique um vulgar adubo líquido a plantas em periodo de crescimento activo

.

Envasamento e reenvasamento – Utilize uma mistura de envasar à base de terra. Mude as plantas pequenas para vasos do tamanho acima sempre que surjam raízes pelos orifícios de drenagem. O maior vaso necessário será um de 14cm. Proceda a uma substituição superficial da mistura todos os anos nas plantas que não são mudadas. Para obter um efeito mais decorativo, é aconselhável envasar quatro a seis pequenas plantas num cesto suspenso.

Propagação –  As heras são fáceis de propagar. As estacas de 8-10cm de comprimento enraizarão rapidamente num copo de água mantido numa temperatura ambiente normalmente quente em luz forte indireta. 


Quando as raízes medirem 3-4cm de comprimento, plante duas ou três estacas num vaso de 8cm com a mistura de envasar recomendada para plantas adultas. Como alternativa, insira três a quatro estacas de ponta num vaso de 8cm contendo uma mistura umedecida composta por partes iguais de turfa e areia grossa ou perlite e introduza num saco de plástico. As estacas enraizarão dentro de duas a três semanas. As heras também podem ser propagadas por mergulhia aérea.

Observações especiais – A hera mantida numa divisão quente está sujeita a ataques de aranhiços vermelhos. Pulverize as folhas com água uma ou duas vezes por semana e ponha a folhagem sob água corrente pelo menos uma vez por mês para desalojar os insectos, se existirem. 


Se as plantas não descansarem, produzirão uma vegetação fraca durante os meses de Inverno devido a insuficiência de luz. No início da Primavera, corte os rebentos fracos com uma faca ou tesoura. Os rebentos excessivamente longos podem ser encurtados em qualquer altura.

Fonte:http://agharta-mundointerior.blogspot.com.br/2011/08/embelezando-e-purificando-nossos.html
Fonte : http://www.vanxnetwork.com/vx1

Anúncios