A NATUREZA BRINCA NAS SUCULENTAS

120px-Lithops_schwantesii_IB_1
“Lithops schwantesii IB 1” por photographed by Egor V. Pasko – private collection of Ivan I. Boldyrev. Licenciado sob CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons – https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Lithops_schwantesii_IB_1.jpg#/media/File:Lithops_schwantesii_IB_1.jpg
Lithops-karasmontana-1
https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Lithops-karasmontana-1.jpg Fotografia de Luis Fernández García L. Fdez
A cada dia que passa mais vou me surpreendendo e ficando mais fascinada com o que  a natureza é capaz de fazer e de criar. Vai assim, surpreendendo, fascinando, alegrando, embelezando nossas vidas. Se as pessoas parassem e observassem tudo de belo que existe ao seu redor em vez de ficar parado na feiura que as vezes aparece, todos seríamos bem mais felizes.
 
As suculentas são um exemplo perfeito da capacidade lúdica da natureza, não é por acaso que tantas pessoas se sentem atraidas para colecionar esta espécie de plantas, vejam este exemplo, a planta de pedra na foto, não é uma coisa mágica? 
À primeira vista trata-se, certamente, de uma pedra. Mas um olhar um pouco mais demorado revelará toda a curiosa beleza dessa pequena plantinha. Originária da África do Sul, e extremamente parecida com um pedregulho de rio, a lithops é, na verdade, uma minúscula suculenta da família Aizoaceae.


O nome lithops tem origem na palavra grega lithos (pedra) e tops (forma). Trata-se de uma planta com altura em torno de cinco centímetros, de forma arredondada e pele lisa, composta por duas folhas carnosas presas a um caule, que fica invisível dentro da terra. Em sua região de origem, essa camuflagem tem a finalidade de fazer com que a lithops passe despercebida por animais que a poderiam consumir.

Mas esta suculenta não é apenas curiosa. Na temporada de calor, ela reserva uma surpresa: pequenas e delicadas flores de pétalas finas, nas cores branca ou amarela, que florescem no final do verão.

No início, a palavra de ordem é pouca rega, e muita paciência. Para não desanimar, comece com diversas plantas adultas, mas depois compre algumas sementes e comece a aventura. As lithops demoram para se desenvolver.


Uma das dicas importantes para obter sucesso no cultivo é tentar reproduzir o ambiente de origem da espécie. “Elas crescem em áreas muito secas”, diz Cintia. Assim, as altas temperaturas e a baixa umidade favorecem o seu desenvolvimento.

Mas esta suculenta não é apenas curiosa. Na temporada de calor, ela reserva uma surpresa: pequenas e delicadas flores de pétalas finas, nas cores branca ou amarela, que florescem no final do verão.

No início, a palavra de ordem é pouca rega, e muita paciência. Para não desanimar, comece com diversas plantas adultas, mas depois compre algumas sementes e comece a aventura. As lithops demoram para se desenvolver.


Durante o inverno, quando aparentemente nada acontece, as lithops começam a desenvolver internamente um novo par de folhas que se alimentam exclusivamente da umidade e dos nutrientes das folhas exteriores.

Nesta fase não se nota nenhuma diferença de tamanho no corpo da planta, pois à medida que as novas folhas crescem as mais antigas definham. Entretanto, no início da promavera, o novo corpo estará completamente desenvolvido e das folhas antigas restará apenas uma fina capa seca. 
A esta altura, as lithops armazenam a água que podem para se preparar para o período de repouso do verão. O mais importante é evitar o excesso de umidade que leva, invariavelmente, ao apodrecimento da planta.
Classificação:
Nome Científico: Lithops sp
Nome Popular: Lithops, litops, pedra-viva, planta-pedra, cacto-pedra
Família: Aizoaceae
Divisão: Angiospermae
Origem: África do Sul, Namíbia e Botsuana
Ciclo de Vida: Perene
 
 
Fontes: : wikipedia, google images e http://arquiteteseusonho.blogspot.com
Anúncios

Publicado por

orchidsweb

Embora seja orquidófila de uma orquídea só (só possuo um exemplar) sou apaixonada por flores e entre elas as orquídeas são destaque. Por este motivo resolvi publicar em um blog minhas leituras e pesquisas sobre este tema com o objetivo de compartilhá-los com outros tão apaixonados por flores e orquídeas quanto eu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s